O relatório produzido recentemente pela Fundação Ellen MacArthur adianta que a poluição causada pela Indústria alimentar será uma das principais responsáveis pela morte de 5 milhões de pessoas nas próximas 3 décadas.

O Documento, apresentado no Fórum Económico de Davos, adianta que a poluição do ar, a contaminação da água, a exposição a pesticidas e o uso excessivo de antibióticos e fertilizantes tornarão a alimentação saudável impraticável. Como solução, os investigadores defendem a implementação do sistema alimentar circular e regenerativo para as cidades. Salientam o facto de as cidades serem os locais onde se prevê o consumo de 80% dos alimentos das próximas décadas, independentemente das alterações de condições físicas, demográficas e socioeconómicas até 2050.

O sistema alimentar saudável consiste numa metodologia sustentada pelos princípios da economia circular, que passa pela eliminação ou minimização de resíduos e poluição, pela manutenção de produtos e materiais, e pela regeneração de sistemas naturais. Esta abordagem regenerativa de produção de alimentos visa assegurar o cultivo dos mesmos, nas cidades, de forma a evitar o desperdício e a prevenir a degradação do ambiente.