.


USING COMPLEXITY AND NETWORK SCIENCE TO IMPROVE HUMAN HEALTH

No próximo dia 28 de Janeiro, pelas 16h00, na sala 6 da Formação Pós-Graduada (Edifício Egas Moniz, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa), vai realizar-se a conferência “Using complexity and network science to improve human health“, pelo Doutor Rion Brattig Correia (Instituto Gulbenkian de Ciência).

Nesta conferência irá ser abordado o modo como as ciências da complexidade podem contribuir para um melhoramento da saúde humana. Em particular, irá ser apresentado, a título de exemplo prático, um projecto em que é usada uma abordagem computacional-fármaco-epidemiológica às interacções entre fármacos. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias.


SAÚDE DE MULHERES PORTUGUESAS É MAIS AFECTADA PELA INSEGURANÇA ALIMENTAR

Embora a prevalência de insegurança alimentar seja baixa na população portuguesa (10,1%) e na população de imigrantes (10,7%), as mulheres portuguesas com idade superior a 50 anos e não casadas são o grupo mais vulnerável. Esta é a principal conclusão do estudo publicado no passado dia 2 de Janeiro, na revista científica Food Security.

Liderado por Violeta Alarcão, investigadora no Instituto de Saúde Ambiental da Faculdade de Medicina de Lisboa e no ISCTE-IUL, o estudo procurou descrever e comparar a prevalência, em Portugal, de insegurança alimentar entre populações portuguesa e de imigrantes, bem como explorar os determinantes de saúde a ela associados. Neste contexto, a insegurança alimentar refere-se a uma situação em que, por motivos socioeconómicos, o acesso a alimentos suficientes e/ou de qualidade nutricional é escasso ou inexistente. Ler mais


LISBOA CAPITAL VERDE 2020

No passado dia 11 de Janeiro, Lisboa iniciou o seu ano como Capital Verde Europeia. A distinção, que resultou da avaliação, por parte de peritos internacionais, de 12 indicadores relacionados com a sustentabilidade na cidade, foi atribuída a Lisboa a 21 de Junho de 2018.

Lisboa assume-se como uma cidade comprometida com o futuro, ambicionando um conjunto de compromissos que vão desde a redução nas emissões de dióxido de carbono, a resiliência às alterações climáticas, a erradicação da pobreza energética, uma mobilidade mais sustentável, passando por uma diminuição do ruído, uma melhoria da qualidade do ar ou uma gestão mais eficaz dos resíduos urbanos. Ao longo do ano de 2020 irão decorrer várias iniciativas. Mantenha-se informado aqui.


KEEPING YOU POSTED

  • ISAMB Exploratory Conferences 2020
    O ciclo de primavera 2020, coordenado por Paulo Navarro-Costa (ISAMB/FMUL e IGC), irá decorrer entre Abril e Junho, sobre o tema Arte, Ciência & Medicina. O programa será anunciado em breve.