O ISAMB criou o Observatório de Promoção da Saúde de Cascais (OPS Cascais) em Outubro de 2016, a convite do Fórum Concelhio para a Promoção da Saúde de Cascais. A 16 de Janeiro passado, Osvaldo Santos apresentou, na qualidade de coordenador do OPS Cascais, os principais destaques do primeiro relatório anual deste Observatório, no âmbito da V Assembleia do Fórum Concelhio.

Foi salientado o carácter pioneiro da Estratégia Local de Promoção da Saúde 2016-2020, nomeadamente o facto de se tratar de uma abordagem multissectorial, com o envolvimento de cerca de 50 organizações, públicas e privadas, de Cascais, bem como de munícipes. Esta Estratégia de Promoção de Saúde rege-se por princípios centrados na comunidade (Community-Based Health Promotion) e integra boas práticas de saúde pública, potenciando características e recursos naturais da comunidade. Como principais frutos desta estratégia ao longo do seu primeiro biénio de funcionamento (2017-2018), destacam-se a criação da Academia de Saúde de Cascais e o desenvolvimento de uma distinção autárquica para iniciativas que representem um compromisso com a alimentação saudável em contextos laborais.

Academia de Saúde de Cascais

Durante o ano de 2018, o Observatório de Promoção da Saúde de Cascais criou um sistema de monitorização das actividades realizadas no âmbito da Estratégia Local de Promoção da Saúde de Cascais e desenvolveu uma metodologia de avaliação contínua da satisfação de todos os membros e munícipes envolvidos na Estratégia Local de promoção da Saúde. O relatório do OPS Cascais relativo ao ano de 2018 estará disponível em breve no site www.ops-cascais.pt.